Fardas Médicas – Tratamento em tecidos que reduzem até 99% da carga viral

Fardas Médicas – Tratamento em tecidos que reduzem até 99% da carga viral

A tecnologia têxtil desenvolve cada vez mais produtos funcionais para diversas áreas de atividade e para inúmeros tipos de utilizadores. Roupas impermeáveis, fardas médicas com tecidos compostos por acabamentos antivirais e antibacterianos e peças de vestuário que protegem dos raios solares são alguns dos exemplos. Dessa forma, ao serem aplicados determinados aditivos nos fios que formam o tecido, o vestuário pode apresentar essas funcionalidades.

Fardas Médicas – Saiba tudo sobre os tecidos antivirais que o protegem no dia a dia

Quais os benefícios do tratamento destes tecidos com este acabamento antiviral?

  • O acabamento dado ao tecido que compõe a sua farda hospitalar inibe o crescimento e persistência do vírus no tecido, reduzindo até 99% da carga viral. Aliás,  existem diversos estudos relativamente a este acabamento que garantem que este mesmo também contribui para uma maior higienização e controlo de odor. Isto acontece através de um mecanismo que bloqueia a sua ligação nas células hospedeiras, impedindo assim o seu crescimento e proliferação.

Qual a tecnologia que está por detrás deste acabamento antiviral?

  • A tecnologia por detrás deste tipo de tecido permite uma proteção contra bactérias e vírus. Os elementos químico-têxteis permitem inibir os vírus graças à combinação inovadora de  tecnologia que utiliza partículas de prata (antimicrobiano), gerando reações antivirais ao atrair o vírus e ligá-los permanentemente aos grupos de enxofre presentes na superfície que envolve o vírus.

Este tecido poderá ser aplicado às fardas médicas? 

  • Os tecidos com este tipo de acabamento foram criados para todos os tipos de roupa, tornando-os ideias para a produção de túnicas, calças, camisasbatas bem como para máscaras. A aplicação deste tratamento não altera as propriedades físicas e mecânicas dos tecidos.

Que testes são efetuados que comprovam a sua eficácia? 

  • Estando a Unifardas a desenvolver uma nova coleção de fardas médicas (túnicas e calças direcionadas para profissionais de saúde) que será composta por este tipo de tecidos, todos os fornecedores aos quais fizemos consultas garantem e comprovam a elaboração de estudos e certificações que atestam a eficácia antiviral .
  • Num desses estudos, os tecidos foram testados contra o vírus de acordo com a ISO 18184:2019, um teste padrão para determinar a atividade antiviral em produtos têxteis após um período de duas horas, sendo necessário uma redução em 99% do vírus para comprovar a eficácia do mesmo. Segundo esse estudo efetuado, os testes demonstram uma redução da carga viral até 99% nos tecidos PES tratados.

Estes tecidos são laváveis?

  • Este tipo de acabamento é durável e resistente à lavagem, mantendo a sua eficiência de proteção após várias lavagens domésticas.

Este tecido irrita a pele? 

  • Os produtos utilizados neste acabamento são suaves ao toque, não irritantes, inofensivos para a pele e testados dermatologicamente.

Em que produtos a Unifardas vai aplicar este tecido com o acabamento antiviral? 

  • Como referido anteriormente a Unifardas está neste momento a desenvolver uma nova coleção de Vestuário de Trabalho direcionado para os profissionais de saúde de diversas áreas de atuação. De fato,  além de um conceito e de um design diferenciador, a proteção desses mesmos profissionais foi cuidadosamente planeada no desenvolvimento destas peças de vestuário. Assim sendo, essa mesma proteção será fornecida através da aplicação do acabamento antiviral no tecido em que as peças de vestuário serão produzidas.

Muitos estudos têm sido feitos de modo a garantir a maior eficácia possível deste acabamento aplicado aos tecidos. Assim como o já existente tratamento antibacteriano, a proteção antiviral também se tornará comum ao longo da próxima década, podendo ser usada em roupas casuais ou como vestuário hospitalar para profissionais de saúde. Ainda que, esta proteção funcionará apenas como uma ajuda adicional, todo nós devemos manter todos os cuidados sobejamente conhecidos tal como higienização das mãos e distanciamento social.

Partilhe: