You are currently viewing Fardas Médicas – Tratamento em tecidos que reduzem até 99% da carga viral

Fardas Médicas – Tratamento em tecidos que reduzem até 99% da carga viral

A tecnologia têxtil desenvolve cada vez mais produtos funcionais para diversas áreas de atividade e para inúmeros tipos de utilizadores. Roupas impermeáveis, fardas médicas com tecidos compostos por acabamentos antivirais e anti bacterianos e peças de vestuário que protegem dos raios solares são alguns dos exemplos. Dessa forma, ao serem aplicados determinados aditivos nos fios que formam o tecido, o vestuário pode apresentar essas funcionalidades.

Os consumidores de hoje exigem alto desempenho do tecido, independentemente de ser usado para vestuário, calçado, artigos desportivos ou têxteis-lar. A inovação e as melhorias de desempenho relativamente ao têxtil podem incluir modificações que proporcionam conforto e alta proteção ao consumidor. 

O que são tecidos Antivirais?

A pesquisa de têxteis antivirais recebe uma atenção considerável devido ao surgimento contínuo e global de novas doenças infeciosas. O acabamento antiviral dado aos tecidos que compõem as Fardas Médicas, pode efetivamente inibir a propagação de vírus e reduzir significativamente o risco de infeção cruzada de modo a oferecer uma maior proteção aos utilizadores deste tipo de vestuário. 

Nos últimos anos, investigadores têm estudado diversos materiais antivirais, que podem impedir a propagação e reprodução de vírus eliminando e reduzindo a sua fixação. Esses materiais podem ser aplicados em tecidos antivirais por meio de um acabamento especial e vários métodos de fiação. 

Quais os benefícios que os tecidos com acabamento antiviral oferecem às Fardas Médicas?

O acabamento dado ao tecido que compõe a sua farda hospitalar inibe o crescimento e persistência do vírus no tecido, reduzindo até 99% da carga viral. Aliás, existem diversos estudos relativamente a este acabamento que garantem que este mesmo também contribui para uma maior higienização e controlo de odor. Isto acontece por um mecanismo que bloqueia a sua ligação nas células hospedeiras, impedindo assim o seu crescimento e proliferação

  • Maior durabilidade: Tecidos com acabamento antiviral evitam a degradação causada por bactérias, mofo e bolor. Isso faz com que as peças de Vestuário Profissional durem mais, agregando um maior valor aos utilizadores
  • Controlo de odores: Bactérias e certos micróbios causam não apenas desgaste aos tecidos das suas Fardas Médicas, mas também odores e manchas desagradáveis. Tecidos anti bacterianos ajudam a diminuir essa situação e são particularmente úteis ao vestuário exposto ao suor e à humidade
  • Vestuário permanece mais limpo por mais tempo: em muitos setores de atividade, especialmente na área da saúde, ter um vestuário antiviral que ajude a minimizar a presença de bactérias é um grande benefício.  Além de reduzir o tempo gasto na limpeza, os tecidos com acabamento antiviral ajudam a manter uma peça de vestuário mais limpa durante mais tempo
  • Sustentabilidade: Tecidos com acabamento antiviral têm maior longevidade. Retardar o fim de vida de um produto, especialmente uma peça de roupa ajudando a reduzir a pegada geral de carbono. Além disso, como os tecidos com este tipo de acabamento exigem menos lavagens, menos água e detergentes a sustentabilidade ambiental é também defendida nesse aspeto.

Qual a tecnologia que está por detrás deste acabamento antiviral?

A tecnologia por detrás deste tipo de tecido permite uma proteção contra bactérias e vírus. Os elementos químico-têxteis permitem inibir os vírus graças à combinação inovadora de tecnologia que utiliza partículas de prata (antimicrobiano), gerando reações antivirais ao atrair o vírus e ligá-los permanentemente aos grupos de enxofre presentes na superfície que envolve o vírus.

Este tecido poderá ser aplicado às fardas médicas?

Os tecidos com este tipo de acabamento foram criados para todos os tipos de roupa, tornando-os ideias para a produção de túnicas, calças, camisasbatas bem como para máscaras. A aplicação deste tratamento não altera as propriedades físicas e mecânicas dos tecidos.

Que testes são efetuados que comprovam a sua eficácia?

Tendo a Unifardas a desenvolvido uma nova coleção de fardas médicas (túnicas e calças direcionadas para profissionais de saúde) composta por este tipo de tecidos, todos os fornecedores aos quais fizemos consultas garantem e comprovam a elaboração de estudos e certificações que atestam a eficácia antiviral.

Num desses estudos, os tecidos foram testados contra o vírus de acordo com a ISO 18184:2019, um teste padrão para determinar a atividade antiviral em produtos têxteis após um período de duas horas, sendo necessário uma redução em 99% do vírus para comprovar a eficácia do mesmo. Segundo esse estudo efetuado, os testes demonstram uma redução da carga viral até 99% nos tecidos PES tratados.

Este tecido irrita a pele aquando do uso das suas Fardas Médicas?

Os produtos utilizados neste acabamento são suaves ao toque, não irritantes, inofensivos para a pele e testados dermatologicamente.

Em que produtos a Unifardas aplicou até este momento este tecido com o acabamento antiviral?

Como referido anteriormente a Unifardas desenvolveu até ao momento uma nova coleção de Fardas Médicas direcionado para os profissionais de saúde de diversas áreas de atuação. De fato, além de um conceito e de um ‘design’ diferenciador, a proteção desses mesmos profissionais foi cuidadosamente planeada no desenvolvimento destas peças de vestuário. Assim sendo, essa mesma proteção é fornecida através da aplicação do acabamento antiviral no tecido em que as peças de vestuário são produzidas.

Muitos estudos têm sido feitos de modo a garantir a maior eficácia possível deste acabamento aplicado aos tecidos. Assim como o já existente tratamento anti bacteriano, a proteção antiviral também se tornará comum ao longo da próxima década, podendo ser usada em roupas casuais ou como vestuário hospitalar para profissionais de saúde. Ainda que, esta proteção funcionará apenas como uma ajuda adicional, todo nós devemos manter todos os cuidados sobejamente conhecidos tal como higienização das mãos e distanciamento social.

Mas os tecidos com este tipo de acabamento só podem ser usados em Fardas Médicas?

De uma forma direta a resposta é não. O vestuário com este tipo de acabamento poderá ser usado em diversas aplicações e em diferentes áreas de atividade; ora vejamos: 

  • Saúde – Os tecidos antivirais podem ser usados nas Fardas Médicas como temos visto, mas também em máscaras e até em roupas das camas hospitalares
  • Vestuário para áreas como Laboratórios e até Indústria – Os tecidos antivirais usados em Batas, como batas de laboratório, algumas áreas da Indústria e em equipamentos desportivos, protegem de uma forma mais eficaz os utilizadores e evitam o desenvolvimento de odores mais desagradáveis.
  • Militar – Este acabamento oferece também aos Uniformes Militares uma maior durabilidade devido à inibição do desenvolvimento de bactérias no tecido, economizando tempo e dinheiro a quem faz a compra deste tipo de vestuário. 

4 dicas Extra de forma a escolher as Fardas Médicas mais adequadas para os seus colaboradores

  1. Procure Fardas Médicas de Boa Qualidade: Mas o que determina a boa qualidade? Algo fundamental para conferir esta boa qualidade é o tecido usado no seu Uniforme de Trabalho. Pelas características da sua atividade laboral, um profissional de saúde deve usar uma Farda durável, fácil de limpar, que lhe ofereça uma proteção eficaz e sobretudo que lhe ofereça todo o conforto. Acreditamos que ninguém deverá usar um Vestuário de Trabalho “pesado”, com um corte reto e desajustado ao tamanho de cada utilizador.  
  2. A Cor importa: Sabia que a cor da sua Farda Médica pode fazer a diferença na forma como os seus pacientes o percebem? As cores podem desencadear emoções. Ver certas cores pode afetar a maneira como as pessoas pensam e se sentem. Como profissional de saúde, você quer que os pacientes se sintam o mais confortável possível. Dependendo do seu local de trabalho, pode ser obrigado a usar uma cor específica, mas caso tenha a opção de escolha de uma cor, há alguns aspetos que deverão ser considerados. A escolha de Fardas Médicas Azuis e Verdes transmitem uma calma e uma tranquilidade aos pacientes. 
  3. Escolha as Fardas Médicas que melhor se adequam ao seu corpo: fardas Médicas adequadas não são importantes apenas para proteção mas também para o manter motivado, confortável e elegante. Os Uniformes Médicos variam conforme a preferência, mas existe um padrão de características que deve considerar no momento de escolha deste tipo de vestuário: Tipo de Gola que lhe garanta uma maior funcionalidade Corte e ‘Design’ que lhe ofereça a mobilidade tão necessária e a escolha do tecido que lhe garanta todo o conforto e proteção. 
  4. Dê importância à funcionalidade das Fardas Médicas: Já referenciamos como muito importante aspetos como o Conforto, Qualidade e Elegância, mas há mais um ponto a ter em conta na hora de escolher este tipo de vestuário. Esse ponto tão importante chama-se Funcionalidade

A funcionalidade de um Uniforme Médico é sobretudo perceber se possui, por exemplo, o número de bolsos suficientes para guardar os seus objetos de trabalho, se é necessário a Túnica ter rachas laterais para fornecer mais mobilidade ou se as calças possuem um elástico ajustável para deixá-lo mais confortável. 

Quais as Principais Normas de Proteção do Vestuário de Trabalho?

O vestuário profissional de proteção desempenha um papel crucial em garantir a segurança e o bem-estar dos trabalhadores numa ampla gama de setores industriais. Em Portugal, existem várias normas de proteção e regulamentos que regem o design, produção e uso adequado do vestuário de proteção. Neste artigo, iremos explorar as

Read More
Partilhe: