Coronavírus – Como me posso proteger?

Coronavírus – Como me posso proteger?

É muito mais o que ainda se desconhece do que aquilo que já se sabe sobre o coronavírus. Este vírus foi detetado na China mais concretamente na cidade de Wuhan e pressupõem-se que possa ter havido transmissão a partir do contacto com animais. Apesar de não se conhecer o reservatório do vírus sabe-se que existe transmissão entre as pessoas.

Um dos grupos que está mais exposto a este e outros vírus são os profissionais de saúde pois lidam directamente com os pacientes que padecem destas doenças. Este grupo executa inúmeras tarefas sujeitas a factores de risco / riscos muito variados; contudo, alguns são facilmente perceptíveis para a maioria, outros são ignorados. Com este artigo pretende-se alertar e reforçar formas de prevenção e de protecção quer para os profissionais de saúde quer para o público em geral. 

Cuidados de higiene básicos são fundamentais para evitar a transmissão do Coronavírus

As recomendações padrão da Organização Mundial de Saúde são as seguintes, que incluem higiene das mãos e respiratórias e práticas alimentares seguras:

  • Lavar as mãos frequentemente com desinfectante para as mãos à base de álcool ou água e sabão;
  • Aconselhe os utentes que estiverem perto de si a cobrirem a boca e o nariz com o cotovelo dobrado ou com um lenço ao tossirem ou espirrarem;
  • Use vestuário profissional mais indicado para as suas funções e equipamento que o(a) proteja de eventuais contaminações (exp. máscaras de protecção);
  • As pessoas que estiverem com febre, tosse ou com dificuldades respiratórias deverão procuram atendimento médico o mais rápido possível;
  • Evite comer produtos de origem animal crua ou mal cozida. Carne crua, leite ou vísceras de animais devem ser manuseados com cuidado, a fim de evitar a contaminação cruzada com alimentos não cozidos, de acordo com as boas práticas de segurança alimentar.

Inforgráfico sobre os cuidados de saúde a ter relativamente ao coronavírus

Download do Infográfico

Máscara cirúrgica VS Máscara de protecção

As máscaras cirúrgicas , que voltaram a ser usadas aos milhares nas cidades asiáticas são essenciais para as pessoas doentes e recomendadas nas regiões mais afectadas, mas não garantem uma protecção a 100%. Uma dúvida muito grande quanto a este assunto é a diferença entre máscara cirúrgica e respirador ou máscara de protecção?  Quando falamos de máscaras lembramo-nos das máscaras cirúrgicas mas estas não têm qualquer nível de protecção.

As máscaras cirúrgicas têm como função:

  • Ajudar a proteger contra a exposição de microorganismos, fluídos corporais e partículas de maior dimensão no ar
  • São projectadas para cobrir a boca e o nariz mas não são dimensionadas para encaixe individual
  • Podem ajudar a evitar a exposição dos pacientes à saliva e ás secreções respiratórias de quem as usa 

Por outro lado as máscaras de protecção ou máscaras industriais: 

  • São projectadas para reduzir a exposição do usuário a certas partículas e aerossóis no ar, mas não conseguem eliminá-las
  • Formam uma protecção firme sobre a boca e o nariz. 
  • Requerem testes de encaixe e precisam de ser ajustados à face de modo a proporcionarem uma eficácia desejada
  • Têm instruções de uso e advertências
  • Têm uma certificação de produto

Neste caso em concreto que apresentamos neste artigo (Coronavírus), a Organização Mundial de Saúde aconselha a cobrir a boca e o nariz em caso de tosse e espirro e é essencial para os doentes, de modo a limitar os riscos de contágio. Aqueles que não apresentam sintomas a sua eficácia não está comprovada, isto porque como estas máscaras não estão completamente presas ao rosto poderá haver um contágio por via respiratória. 

Assim sendo de forma a prevenir a contaminação as melhores práticas têm haver com os cuidados de higiene redobrados e com a utilização de máscaras específica regulamentadas como equipamento de segurança. De notar que este tipo de máscaras já estão a ser usados por profissionais de saúde no tratamento de pessoas afectadas por este vírus. 

Partilhe: